Unidos por Israel
Todos os sábados, milhões de judeus de todo o mundo dedicam alguns minutos do seu dia para ler e estudar o mesmo trecho da Torá (Antigo Testamento) e dos Profetas. São a Parashá e a Haftará da Semana.

Este é um ritual que se repete há séculos e pode ser praticado por pessoas de todas as fés. Por isso, os participantes do programa Unidos por Israel recebem todos os sábados um Guia de Estudo
 com as indicações e um resumo dos trechos a serem lidos naquela semana, além de uma análise feita por grandes estudiosos da Torá.


Shalom!

Neste sábado, 31 de Outubro de 2015, o trecho da Torá a ser estudado é Vayerá (Gênesis 18:1-22:24) e dos Profetas é 2 Melachim (2 Reis) 4:1-4:37.


Você pode encontrá-los na Bíblia de sua preferência ou online.  Leia abaixo o resumo e um comentário da parashá deste sábado

Um fim de semana com muita Paz para você e sua família. Estamos unidos.

Equipe Unidos por Israel 
 

"E estendeu Abraão a sua mão, e tomou o cutelo para imolar o seu filho;
Mas o anjo do Senhor lhe bradou desde os céus, e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. Então disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único filho."

Gênesis 22:10-12

 

 

RESUMO

A Parashá Vayerá inicia-se com a incrível demonstração de bondade por Avraham (Abraão), àqueles que ele pensa serem três homens, mas que na verdade são anjos enviados por D'us, pesar de seu extremo desconforto pelo recente brit milá, circuncisão.

Os anjos entregam sua mensagem, declarando que Sara milagrosamente dará à luz a seu primeiro filho no prazo de um ano, com a idade de 90 anos (o próprio Avraham teria cem anos). Em seguida, eles seguem para a cidade de Sodoma. D'us informa a Avraham que as cidades de Sodoma e Gomorra serão destruídas por causa da perversidade, e Avraham responde com uma longa prece e dialoga com D'us pedindo pelo salvamento das cidades.

Incapaz de encontrar dez cidadãos íntegros, D'us começa a destruir as cidades, mas não antes que os anjos salvem o sobrinho de Avraham, Lot (Ló) e sua família, da destruição. 

Sara concebe e dá à Luz Yitschac (Isaque), e Avraham faz uma grande comemoração. 

A porção da Torá conclui com a akeidá, o altar, o décimo e último teste de Avraham, no qual ele demonstra sua boa vontade em aquiescer à ordem do Criador, de oferecer seu amado filho Yitschac em sacrifício.


COMENTÁRIO

D'us chamou: "Avraham, Avraham!"

"Estou disposto a fazer qualquer coisa que me peças," respondeu Avraham

"Pegue seu filho Yitschac," disse D'us, "e vá para a terra de Moriyá. Lá deverás ofertá-lo como sacrifício numa das montanhas que eu lhe mostrarei!"

Podemos imaginar como Avraham deve ter ficado chocado! Todo pai ama seu filho. Avraham sentia um carinho especial por Yitschac, porque havia esperado por um filho até a idade de cem anos. E não tinha outro filho para tomar o lugar de Yitschac.

Avraham também se lembrou da promessa de D'us que Yitschac teria tantos descendentes quanto as estrelas do céu. Agora essa promessa não se cumpriria. Mas Avraham não fez perguntas a D'us. Pensou: "Qualquer coisa que D'us me pede farei sem questionar."

Depois de caminhar por três dias Avraham avistou a montanha sobre a qual a nuvem da Shechiná (Divindade) pairava, e assim soube para qual montanha dirigir-se com o seu filho. 

Lágrimas escorreram dos olhos de Avraham, enquanto estendia sua mão empunhando a faca para matar seu filho. Mas em seu coração estava feliz por obedecer a D'us.

No céu, D'us ordenou ao anjo Michael (Miguel): "Rápido, diga para Avraham parar!"

"Avraham, Avraham," chamou o anjo Michael. "Não mate seu filho!"

Avraham rezou a D'us: "Por que então me ordenaste oferecer meu filho em sacrifício?"

D'us respondeu, "Somente ordenei, 'leve-o para o monte de Moriyá', porque queria comprovar se você me obedeceria. Passaste no teste. Mostrei a todos povos do mundo que tsadic (justo) você é!"

É quase inacreditável que um homem que teve um filho único em sua velhice, e a quem D'us muitas vezes prometera que teria muitos descendentes deste filho, estivesse disposto a sacrificá-lo para D'us, sem queixas ou perguntas.

Pelo mérito de Avraham, que estava disposto a sacrificar seu único filho, D'us sempre terá misericórdia de nós.

 
Fonte: Chabad



 
Copyright © 2015 Unidos por Israel, All rights reserved.


Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list

Email Marketing Powered by Mailchimp