Unidos por Israel
A cada sábado, nos unimos com o Povo de Israel para o estudo de uma porção da Torá (Pentateuco) e dos Profetas. Esta é uma tradição praticada ininterruptamente durante séculos e aberta a pessoas de todas as fés.

Shalom!

Continuando nossa jornada pelo segundo livro da Torá, Shemot / Êxodo, estudaremos juntos neste sábado, 06 de Fevereiro de 2016, a parashá (porção) Mishpatim (Êxodo 21:1-24:18) e dos Profetas é Jeremias 34:8-34:22; 33:25-33:26

Você pode encontrá-los na Bíblia de sua preferência ou online. Leia abaixo o resumo e um comentário da parashá deste sábado

Um fim de semana com muita Paz para você e sua família. Estamos unidos.

Equipe Unidos por Israel 
www.unidosporisrael.com.br


Nota: Segundo a tradição judaica, o nome do Senhor só pode ser escrito em sua totalidade nos livros sagrados. Assim, nos textos abaixo utiliza-se a grafia D'us.

Mishpatim

 
משפטים
"Veio, pois, Moisés, e contou ao povo todas as palavras do Senhor, e todos os estatutos; então o povo respondeu a uma voz, e disse: Todas as palavras, que o Senhor tem falado, faremos."
Êxodo 24:3

 
RESUMO

Mishpatim, seguindo logo após os Dez Mandamentos, trata principalmente da Lei Civil. A justaposição do ritual com o mundano fornece uma percepção esclarecedora do Judaísmo. Vista pela perspectiva da Torá, não há distinção entre as atividades cerimoniais e mundanas da vida - ambas devem estar permeadas de santidade e ambas devem ser cumpridas por completo e com diligência.

Incluídas entre as leis civis discutidas na Porção da Torá estão as leis relativas ao servo judeu e sua liberdade; penalidades por causar ferimentos corporais em outra pessoa e por danificar sua propriedade; leis relativas a vigilantes e tomadores de empréstimo; a mitsvá de mostrar sensibilidade ao pobre e de oferecer-lhe empréstimos sem juros; e leis relativas à concessão honesta de justiça.

Após mencionar as mitsvot de Shabat e Shemitá, a porção continua com uma breve exposição das três festas de peregrinação: Pêssach, Sucot e Shavuot - e a renovada promessa de D'us de levar o povo judeu à Terra de Israel. A Torá então retorna à revelação no Monte Sinai. O povo judeu declara seu compromisso de fazer tudo aquilo que o Criador ordenar, e a porção conclui com Moshê subindo a montanha, onde permanecerá por quarenta dias e quarenta noites para receber o restante da Torá.



COMENTÁRIO
O rabino Gabriel Aboutboul explica que as Leis de Moisés, descritas nesta porção de hoje, não tratam apenas do plano espiritual, mas são um código de comportamento para toda a vida.  Assista >

 




 
Copyright © 2016 Unidos por Israel, All rights reserved.


Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list

Email Marketing Powered by Mailchimp