Copy
Não consegue ver a mensagem correctamente?
Consulte-a no seu browser.

NÚMERO 67

JUL 13




NESTA EDIÇÃO               Informação e debate sobre Direitos Humanos na Guiné-Bissau

                                  Por uma Vida com Direitos: uma iniciativa de sensibilização
                                                                  
                                  Estudo sobre migração irregular em Timor-Leste finalizado

                                  E-Storias D’Igualdade: workshops “Igualdade de Género na Comunicação”

 
SUGESTÃO DE LEITURA   AfriBD: um repositório de banda desenhada africana

SUGESTÃO DE VÍDEO      Sónia Ferreira no TEDxLuanda: “Como me tornei mãe de 56 crianças”


INFORMAÇÃO E DEBATE SOBRE DIREITOS HUMANOS NA GUINÉ-BISSAU

Os direitos humanos estão no centro de várias iniciativas a decorrer na Guiné-Bissau. No âmbito de um projecto sobre a temática da Impunidade, desenvolvido pela Liga Guineense dos Direitos Humanos e pela ACEP, foi criado um Kit Informativo em Direitos Humanos para apoio a formações. O kit, em formato digital, abrange diversas áreas, desde documentos de base, às questões da corrupção, conflitos, ou género e segurança, até ao papel da informação e dos media nos Direitos Humanos e a inclusão desta agenda no Pós-2015. Também este mês a situação dos Direitos Humanos esteve em discussão, numa iniciativa que teve o intuito de promover o diálogo entre a sociedade civil da Guiné-Bissau. Entre os organizadores contam-se a Delegação da UE e a Liga. Consulte aqui mais informação.



POR UMA VIDA COM DIREITOS: UMA INICIATIVA DE SENSIBILIZAÇÃO

No domínio da sensibilização também sobre direitos humanos, foi divulgado esta semana o primeiro boletim da iniciativa “Por uma Vida com Direitos”, patrocinada pela União Europeia na Guiné-Bissau. Ao longo dos próximos meses, a ACEP - com a colaboração da Casa dos Direitos e a TV Klelé - irá desenvolver diversos instrumentos de divulgação das temáticas dos quatro projectos financiados no âmbito do IEDDH – Instrumento Europeu de Democracia e Direitos Humanos, na Guiné-Bissau (direitos das crianças, dos detidos e das mulheres). Esta iniciativa culminará no “Um Mês de Projectos, por uma Vida com Direitos”, um conjunto de actividades a ter lugar na Casa dos Direitos. Para subscrever a newsletter, envie um e-mail para info@acep.pt.




ESTUDO SOBRE MIGRAÇÃO IRREGULAR EM TIMOR-LESTE FINALIZADO

O estudo, desenvolvido no quadro de um programa do Observatório das Migrações ACP (África, Caraíbas e Pacífico), sobre migração irregular no contexto timorense está finalizado e será disponibilizado em breve pelo Observatório. Esta investigação, da responsabilidade da ACEP, procurou dar o seu contributo para identificar os padrões da migração interna naquele país asiático e avaliar os seus impactos. O estudo foi desenvolvido no quadro de uma inicitiva do Observatório das Migrações ACP num conjunto de países, para avaliar os contributos dos migrantes e identificar as condições de migração.
 

E-STORIAS D’IGUALDADE: WORKSHOPS “IGUALDADE DE GÉNERO NA COMUNICAÇÃO”

Como é que a igualdade de género se torna notícia? Esta e outras questões foram debatidas este mês em mais dois workshops “Igualdade de Género na Comunicação”, desta vez dinamizados em Guimarães e no Porto. As sessões contaram com os contributos de jornalistas e organizações da sociedade civil que trabalham na área da igualdade de género (consulte fotos das sessões em Guimarães e no Porto). Este mês partilhamos mais um storytelling: a história de Dama Bete, que nos fala sobre o que é ser cantora de hip hop em Portugal. Para ver no site e-storias d’igualdade.
 


SUGESTÃO DE LEITURA
AFRIBD: UM REPOSITÓRIO DE BANDA DESENHADA AFRICANA

A sugestão deste mês, em que entramos numa época tradicionalmente de pausa em muitos países, é o AfriBD – uma espécie de repositório de banda desenhada do continente africano. O impacto da banda desenhada, enquanto forma de expressão e comunicação com a sociedade, merece atenção, nomeadamente pelo seu contributo criativo e pelo cruzamento de olhares sobre a realidade ou as realidades. Há ainda poucos exemplos de redes ou sites dedicados à banda desenhada em África, o que torna ainda mais singular este repositório.
 



SUGESTÃO DE VÍDEO
SÓNIA FERREIRA NO TEDx LUANDA: “COMO ME TORNEI MÃE DE 56 CRIANÇAS”

Este mês sugerimos a apresentação da directora da ONG angolana Okutiuka, Sónia Ferreira, numa recente edição da TEDxLuanda. Sónia Ferreira conta-nos o seu percurso de vida, mas sobretudo o percurso da Okutiuka, a organização que fundou em 1997, no Huambo, para acolher crianças e jovens órfãs e vítimas da guerra civil angolana. A Okutiuka é a organização angolana parceira do projecto “Meninos de Rua: Inclusão e Inserção”.
Copyright © 2013 ACEP, All rights reserved.
Email Marketing Powered by Mailchimp